Projeto Trans + Respeito

Por Milena Oliveira e Vanessa Costa

Criado em 2017, o projeto “Trans + Respeito”, da Coordenadoria de Diversidade Sexual do Município do Rio de Janeiro – CEDS-Rio, propicia oportunidades fora dos mercados estereotipadamente ocupados por pessoas trans. Coordenado por Nélio Giardini, o programa é uma ampliação do projeto “Damas” e tem como objetivo atender às necessidades primordiais da população T (travestis, mulheres trans e homens trans), tendo como foco a empregabilidade. De acordo com o coordenador, o “Damas” era voltado para assuntos comportamentais e não incluía homens trans, demanda esta que foi apresentada pelo Guarda Municipal Jordhan Lessa, integrante da coordenadoria e o primeiro homem trans da CEDS-Rio.

IMG-20180206-WA0023
O coordenador Nélio (à direita) e o guarda municipal Jordhan Lessa (à esquerda) integram a equipe do ‘Trans + Respeito’ – Foto: Vanessa Costa

A segunda turma do programa “Trans+ Respeito” iniciou-se em dezembro de 2017 e tem previsão de encerramento para março deste ano. Com 38 alunos, a classe é dividida em grupos, por perfis, a fim de facilitar a interação entre os participantes. A divisão ocorre após aplicação de sociograma (para traçar, graficamente, as relações interpessoais dos sujeitos de um determinado grupo) e de teste de habilidades profissionais (para saber quais são as principais habilidades dos participantes).

Os alunos participam de atividades como palestras, oficinas, dinâmicas, rodas de conversa, debates, feiras temáticas, atividades culturais e “workshops” que envolvem temas relativos a direitos, cidadania, políticas sociais, empregabilidade, empreendedorismo, educação e cultura. Segundo informações obtidas junto à coordenadoria, até o final de 2017, foram preenchidos 71 postos de trabalho em diversas instituições públicas e privadas, conforme tabelas abaixo:

TABELA 1

TABELA 2
Fonte: CEDs – Rio

Além de atuar na qualificação das pessoas, o projeto promove palestras em empresas privadas na busca de um ambiente corporativo livre de preconceitos. A CEDS-Rio esclarece as instituições públicas sobre o decreto federal 8.727/16 e sobre o decreto municipal 33.816/11, que dispõem sobre o uso do nome social nos órgãos federais e municipais. Alerta o coordenador Nélio que o trabalho precisa ser realizado em todas as frentes possíveis, pois cada pequena conquista é de extrema relevância.

A CEDS-Rio possui ainda parceria com o Núcleo de Defesa dos Direitos Homoafetivos e Diversidade Sexual (NUDIVERSIS), da Defensoria Pública, para onde encaminha os interessados nas ações de requalificação civil de nome e de gênero.

As inscrições para participar do “Trans + Respeito” são realizadas pela internet e por meio de encaminhamentos efetuados por órgãos municipais e movimentos sociais. Maiores informações podem ser obtidas no site: http://www.rio.rj.gov.br/web/cedsrio.

Anúncios

Um comentário sobre “Projeto Trans + Respeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s